sexta-feira, 21 de abril de 2017

Acampar pode fortalecer e fazer novas amizades


Olá caros amigos!
Acampar não diz respeito só a você e sua família.
Diz respeito também a um censo de sociedade.

É possível colocar em prática o conceitos de limites.
Podemos exercitar essa simples ação de respeitar os limites dos outros.
Nosso limite termina onde o do outro começa.
Em um camping é nítido o respeito e a falta dele.
Todo lugar vão haver pessoas que sabem e os que não sabem se relacionar em sociedade.
Se quer evitar dor de cabeça, procure sempre camping com regras claras sobre limites.


Mas não estou aqui para falar de dor de cabeça, afinal, quando você sai para acampar, a primeira coisa que você almeja é paz e tranquilidade.

Acampar é também a oportunidade perfeita para fortalecer e fazer novas amizades.
Essa semana ouvi uma frase muito bacana na Pós:
"Você quer conhecer uma pessoa, viaje com ela!"
Camping tem a capacidade de unir ou separar a pessoas por causa da proximidade que é imposta.

Em nosso ultimo camping, fomos para para Tiradentes com um casal de amigos (Rogério e Daisy) e suas duas filhinhas . Nunca haviam acampado.
A expectativa era grande de ambas as partes.
Foi muito bom, tivemos a oportunidade de estreitar o relacionamento, colocar o papo em dia.

Acho que ganhamos novos parceiros de camping.

Tivemos  também o grande prazer de reencontrar o casal de amigos campistas, Gilberto e Sirleni.



Não esqueço do que o Gilberto me disse na primeira vez que nos conhecemos no camping em Ouro Preto.
"Camping é lugar de fazer amigos!"

Aproveitando a noite em Tiradentes
Começou com duas barracas
Depois viramos uma "comunidade". ; )

Se for acampar, não perca a oportunidade de interagir com outros campista, você pode ter a grata surpresa de fazer grandes amizades.
O mínimo que pode acontecer é a troca de experiencia e você adquirir novos conhecimentos.
Gilberto, por falar em novos conhecimentos, segue a foto do armário desmontável feito de cano.


Esse projeto é prova da troca de conhecimento com outros campistas.
Na primeira vez que fui acampar em Tiradentes, conheci meu grande amigo Humberto (Viajando de Barraca).


Lá tivemos a oportunidade de conversamos e trocar experiencias de camping.
Além de uma grande amizade, tive a oportunidade de aprender muito com ele por ser um campista mais experiente.
Esteja sempre aberto a se relacionar com outros campista, você não tem nada a perder e pode se surpreender.

Fica a dica, acampar pode fortalecer e fazer novas amizades!!!

Encontro vocês no mato.

sábado, 21 de janeiro de 2017

Dicas de Segurança

Acampar é uma grande experiência e uma forma única de desconectar por uns dias da cidade e nos aproximarmos um pouco da natureza. E é justamente por estar num ambiente menos controlado que é necessário ser preventivo e conhecer as medidas de segurança básicas para acampar.

Em muitos países, existem áreas de campismo especialmente preparadas que oferecem uma grande quantidade de serviços. Noutras nações, há menos controlo e, por isso, a prevenção é muito importante.

  1. Instale a barraca em um terreno o mais plano possível e nunca em superfícies que possam quebrar, como árvores, mangais, etc. Também é importante que a sua tenda esteja prudentemente afastada do mar ou do rio.
  2. Tenha em conta o vento durante a instalação da tenda. Se for uma área em que há demasiado vento, deve levantar o acampamento contra o vento, para se proteger e evitar o arrastamento da tenda.
  3. Não faça fogueiras, de modo a evitar acidentes. É muito melhor levar um fogão a gás portátil do que acender uma fogueira, pois a mesma pode sair do seu controlo, ou ficar mal apagada, e ocasionar um incêndio.
  4. Se decidir fazer uma fogueira, procure fazê-la num espaço afastado das tendas e cercada por pedras, pois uma fagulha pode ser o início de um incêndio. Voltamos a alertar que, se possível, deve evitá-las.
  5. Tenha sempre consigo uma mala de primeiros socorros com o essencial. Também deve ter o celular com a bateria carregada, uma bússola e/ou um GPS e um mapa da zona onde se encontra, com as povoações mais próximas assinaladas.
  6. Se não conhece a zona onde vai acampar, mantenha-se junto ao seu grupo e evite explorar sozinho. Se o fizer, lembre-se de levar métodos para se orientar, que lhe permitam regressar a salvo ao lugar do acampamento.
  7. Leve sempre uma quantidade suficiente de alimentos não perecíveis, como enlatados, assim como muita água, para se manter corretamente hidratado. Também deve consultar a previsão meteorológica para os dias em que planeja acampar.
  8. Não acampe em sítios proibidos, pois pode passar por uma experiência desagradável. As áreas estabelecidas para acampar têm uma supervisão muito reduzida por parte das autoridades sendo, em teoria, espaços seguros. Por isso, o melhor é respeitar as normas e limitar-se a estas áreas.
  9. Nunca saia da cidade para acampar sem avisar um familiar ou amigo como método de prevenção. Informe essa pessoa do local para onde vai, onde pensa acampar e para quando prevê o seu regresso. 
Fonte: https://tempolivre.umcomo.com.br/artigo/medidas-de-seguranca-para-acampar-1023.html

domingo, 8 de janeiro de 2017

Dicas para primeiro acampamento

Caros amigos,
Para aqueles que ja acamparam, mas apenas como convidados, segue uma lista de dicas para quem esta pensando e acampar pela primeira vez por conta própria.



Lembro do meu primeiro acampamento, só não foi ruim graças a diversas dicas que lemos em diversos sites.

Preparação é o segredo.

Segue um apanhado para facilitar a vida de quem esta querendo se aventurar nessa vida de contato direto com a natureza e  que só tem a beneficiar você e sua família.

Em primeiro lugar, obtenha o máximo de informações sobre as condições e o local para onde está indo: É quente? Frio? Perto de praia? Nas montanhas? Você irá de carro ou terá que carregar seus equipamentos até o local do camping? Quantos dias você ficará lá? Você fará sua própria comida ou tem algum local próximo que fornece alimentação? Tem mosquito? Estas informações são fundamentais para definir os equipamentos e acessórios que você vai precisar. E hoje, em tempos de Internet, é muito fácil fazer uma pesquisa básica sobre o destino de sua viagem.

Barraca – Item essencial do ato de acampar. É, inclusive, o que o caracteriza. De acordo com o local onde você vai acampar você escolherá o tipo de barraca mais adequado. Por exemplo, se você vai de carro até o local do acampamento não precisará se preocupar com o peso, pode escolher uma maior, com mais conforto. Entretanto, se for carregá-la nas costas, melhor será uma barraca pequena, com armações em fibra de alumínio, material muito mais leve.
Vou sugerir algumas marcas e não modelos. O modelo vai depender muito do tamanho de sua familia e quanto você quer investir.
  • Quechua
  • Coleman
  • Guepardo
  • Trilhas e Rumos
  • Azteq
Não estou dizendo que só existem essa barracas, essas são as que eu recomendo por ja ter tido contato e ter referencias. As demais, que sao várias, você pode pesquisar em fórum e comparar experiencias de outros campistas.
Antes de sair para acampar, retire a barraca da embalagem, confira se esta completa, assista a vídeos de como montar sua barraca e monte-a para aprender e não passar vergonha na frente dos outros.

Iluminação – Dentro de uma barraca não é como em nossa casa, não possui luz elétrica, logo, não se esqueça de levar uma lanterna, ainda que tenha luz na sua área de camping. É um item fundamental para quem vai dormir em barracas. 

Desaconselho o uso de lampião a gás ou querosene.

Levo sempre para camping que disponibilizam tomas próximas as áreas destinadas as barracas, uma extensão elétrica, um distribuidor (T ou benjamim) e uma extensão com bocal para lampada.
Verifique sempre antes se as tomadas são 110 ou 220v.




Para dormir – Isolante térmico e saco de dormir são itens essenciais para uma boa noite de descanso. Se o local for frio, precisará de um saco mais técnico e que suporte baixas temperaturas. Se for acampar na praia, por exemplo, um saco de verão resolverá o seu problema. 

Uso sempre um colchão inflável para aumentar a distancia do solo, principalmente em locais que fazem muito frio.

Alimentação 
– Se você for fazer seu próprio alimento, precisará de um fogareiro e de panelas, além da comida, é claro. Procure alimentos que cozinhem mais rápido ou pré-cozidos. Isso vai facilitar muito a sua vida. Se o local for frio, não se esqueça de levar algo quente para beber, como um chá ou achocolatado. Uma água quente resolverá o seu problema. Leve lanches fáceis e que não precisam de refrigeração para comer ao longo do dia, como barra de cereais, biscoitos, chocolate, castanhas, frutas secas… Leve lanches reforçados e faça apenas uma refeição no final do dia, assim você aproveitará melhor o passeio. Um bom café da manhã é fundamental para enfrentar bem um dia com muitas atividades. 


Água
 – Confira se no local aonde você vai acampar tem água. Se for uma área de acampamento com infraestrutura (banheiro, pia, etc…) muito melhor. Você precisa se preocupar apenas com a água que vai beber. Sempre é bom levar purificadores de água, tipo clorin, facilmente encontrado em farmácias. Se for um camping selvagem, se informe se há rio por perto ou se você vai precisar levar algo para armazenar água, para o banho e para lavar utensílios, por exemplo. E use sabão biodegradável, como o neutro ou o de coco, para lavar seus utensílios. O meio ambiente não precisa sofrer com sua presença.

Uma outra dica, água nunca é demais.
Levo sempre um galão térmico para levar água gelada de casa.



 











Banheiro – Se estiver acampando no mato, sem infraestrutura, recomendamos levar uma pá pequena para facilitar sua vida e manter sua postura consciente e ecológica. Ela será usada para você fazer um buraco no chão, fazer suas necessidades, colocar o seu papel higiênico sujo e depois tampar. Além de não deixar cheiro, não corre o risco de alguém pisar e agiliza a decomposição.

Leve sempre material de limpeza. Costumo sempre levar uma sacolinha para o banheiro com um rolo de papel higiênico, vidrinho com água sanitária e sabonete liquido.

Para vestir
 – Leve roupas adequadas ao local para onde você está indo. Se frio, leve casacos… Se calor, roupas frescas. Independentemente do local, leve sempre um anorak para a chuva. É um item fundamental. Especialmente aqui no Brasil, é muito fácil chover no verão.

Mochila
 – Item fundamental para levar todos os seus equipamentos, principalmente se você tiver que carregá-los. Cada situação sugere um tipo diferente de mochila: se vai de carro até o local do camping, o mais importante é uma mochila pequena para os passeios. Se vai caminhar com tudo nas costas, uma boa cargueira te dará tranquilidade e conforto para caminhar.

Acessórios complementares – Alguns itens podem lhe ajudar a garantir o seu conforto, independente do local aonde se acampa: repelente, protetor solar, cantil, lanterna e um canivete (tipo suíço, com várias utilidades).
Sobretudo, lembre-se que acampar não é só uma aventura, pode ser um estilo de vida. Com os acessórios adequados é possível ter conforto e segurança suficientes para que seu passeio se torne inesquecível. Não pelos perrengues que você passou, mas sim pelo prazer e contato próximo à natureza proporcionado pelo ato de acampar.

domingo, 11 de dezembro de 2016

Dica - Como usar a lona como um toldo

Como estão?
Hoje, gostaria de dar uma dica de como instalar lona sobre sua barraca.
A lona sobre a barraca tem o objetivo de proteger sua barraca e sua família contra o tempo. Seja o sol ou a chuva.

Tenha atenção para algumas características que podem fazer a diferença:

Cor: Procure comprar uma lona de cor clara, como amarelo, laranja, azul claro. Uma lona preta ou escura sobre a barraca, em vez de fazer uma sombra agradável, transformará sua barraca em um forno, especialmente se estiver batendo sol sobre ela.
Resistência: Dê preferência para lonas mais resistentes, que já vêm com acabamentos e ilhoses nas laterais. Isso facilitará a montagem e fará com que a vida útil dela seja mais longa (lonas finas e sem ilhoses rasgam com muita facilidade).

Ilhoses: Você encontra no mercado toldos com ilhoses de metal, de alumínio ou de plástico. De preferência para os de material que não enferruje.
Tamanho: O tamanho que sua lona deve ter depende de dois fatores básicos: do tamanho da sua barraca e do motivo para usar a lona. Se você quer apenas proteger sua barraca da chuva e do sol, sem área extra, compre uma lona que tenha no mínimo 1m a mais que o tamanho total da barraca, para que ela possa ficar o mínimo protegida. Se você quer cobrir toda barraca e quer ainda uma área extra, você vai precisar de uma lona bem maior, que dependerá do tamanho da área que você deseja ter.
Considere que, quanto maior ela for, mais pontos de fixação precisará! Leve muitas cordinhas extras para fazer a fixação. Se chover e ventar, e seu toldo não estiver bem fixado, isso será um pequeno problema pois ele ficará se “debatendo”.
Gazebos, uma alternativa: Um pouco mais prático, rápido e simples do que estender uma lona sobre a barraca pode ser armar um gazebo por cima da barraca ou em frente dela. Mas essa alternativa também é mais cara, pesada e volumosa.
  
Segue instruções como instalar a lona.





Se tiverem outras dicas de como instalar lona em seu acampamento, deixa aqui sua sugestão.

domingo, 16 de outubro de 2016

Indo pro mato - Voltando a São José da Serra

Acampamos novamente no Camping Muro de Pedra, do nosso amigo Zé Antônio.
Para quem nunca foi no Camping Muro de Pedra segue o link para maiores informações: https://www.facebook.com/camping.murodepedra.
O camping fica na cidade de São José da Serra. 
Como todo bom mineiro fala "Pertim de Belo Horizonte".
Recomendo quem vier para Minas Gerais, conhecer esse camping.

Aproveitamos o feriado da semana das crianças e corremos pro mato juntamente com Humberto e Val do Viajando de Barraca.
Chegamos na sexta-feira dia 14 e voltamos no dia 16/10.
O sol nos presenteou com dias lindos e quentes.

O camping fica a aproximadamente duas horas de Belo Horizonte.
Estrada de asfalto em 90% do caminho e pouco km por uma estradinha de terra muito boa.

Fez bastante calor nesses dias e o camping fica ao lado de um rio de águas claras e tranquilas.
Meu filho aproveitou bastante para nadar no rio.



O camping tem também quadra de vólei e campo de futebol.



As noites estavam fresquinhas e bem ventiladas.


Foi tudo uma beleza.
Excelente lugar e companhia melhor ainda.

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Indo pro Mato - Acampando em São Lourenço
Pra trás deixamos nossas pegadas e conosco trouxemos saudades.



Em nossa ultima ida ao mato, acampamos em São Lourenço.
Viagem de aproximadamente cinco horas pela BR381 e MG460.
Estrada muito boa, viagem tranquila.

São Lourenço é uma cidade do sul de Minas, muito charmosa.
Cidade do interior com todas as facilidade de uma cidade grande.
Me mudaria pra lá facinho!

Acampamos na Fazenda Recanto dos Carvalhos.
Pense você em um camping ideal.
Pensou?
É lá!
Camping com ótima estrutura e funcionários prestativos e educados.
Até o momento é o número 1 em nossa lista de campings.
Segue algumas fotos do local para provar que não estou mentindo.

Salão de jogos e piscinas

Área de camping plana e gramada
 

 Parquinho para crianças e churrasqueiras
  
 Área social com sala de TV
 
Ótimos banheiros com chuveiros quentes e com banquinho para troca de roupa.

Pagamos R$25,00 por pessoa.
Uma informação, depois que descarregar os equipamentos, o carro deve ficar no estacionamento do camping.
Logo a frente do estacionamento tem aŕea para montar barraca.
Tem tomada 220V e para quem vai de motorhome, ja tem todo hidráulica pronta.

A cidade
Ótimas e cheia de passeios.
Ficamos cinco dias e não conseguimos ver tudo.

Passeio de Maria-Fumaça

 Parque das Águas
 Vila Verde (feirinha de artesanato)
Capela Nha Chica


Algo que mudaria em nossa viagem, seria ficarmos o dia todo no Parque das Águas.
Fomos depois do almoço e não tivemos tempo para aproveitar tudo que o parque pode oferecer.

A gastronomia
Muito farta.
Opções pra todos os gostos e bolsos.
No geral, achei os valores dos restaurante muito bons.
Recomento o restaurante Paladar Mineiro.
Comida excelente o preço melhor ainda.

O Clima.
Fomos no final de Julho.
Pegamos temperatura durante o dia de 20o e a noite de 15o.
No sol é quente, mas quando ele vai embora o friozinho bate gostoso.


Posso garantir que foram dias muito bons e a certeza de voltar em breve.
Recomendo.

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Indo pro mato Acampando em Itambém do Mato Dentro

Acampamos dessa vez para Itambém do Mato Dentro.
Indicaram pra gente o Camping Ouro Fino.

O camping fica a aproximadamente 131Km de Belo Horizonte, pela BR 381.
Gastamos aproximadamente três horas.
Passamos por Ipoema ate Itambé do Mato Dentro por 12km de estrada de terra.
A estrada esta boa, mas tem muita poeira vermelha.
Não recomendo, melhor ir por Itabira. Nesse caso é asfalto ate a porta do camping.
Chegamos em uma segunda-feira no final da tarde.
O camping estava fechado, não tinha ninguém acampando.
Tinha um senhor, responsável pelo restaurante ao lado do camping, que também é do mesmo dono do camping, que ligou para alguém e abriram pra gente o camping.
Ficamos três dias só nós no camping.
Um paz que só era quebrada por uma água que caia de um cano como um chuveirão.



O camping tem banheiro masculino e feminino com 04 só sanitários e 04 sanitários+banho.
Tem área de tanque coberta.
Não tem cozinha nem geladeira.
A área de camping é quase plana.

A maior parte é gramada e bem arborizado.
O camping tem uns 20 quiosques, todos com bancos, churrasqueira e tomada.
Achei interessante.
Tem uma área mais próxima do rio que é areia.

Pagamos R$30,00 por pessoa. Carro não paga.
Não sei se normalmente é assim, mas quando chegamos os banheiros estavam sujos ainda.
No dia seguinte uma moça veio limpá-los.
A cidade é pequena mas tem de tudo (supermercado, farmácia, posto de gasolina, restaurante e etc).

Não pudemos ir nos pontos turístico da cidade por que nosso carro é baixo e teríamos que passar por estrada de terra. Estava ameaçando chover e ficamos com medo de ficar atolados.

A cidade tem cachoeiras, trilhas e picos.
Tem outro camping na cidade chamado cabeça de boi.
Não sei dizer se bom.

No geral valeu a experiencia.
Por estar só nós no camping, nos deu bastante privacidade e quietude.
Aproveitamos para colocar a conversa em dia, ficarmos  juntos e brincarmos com nosso filho.







Tem muito espaço, o camping é bem grande.
Meu filho correu tanto, que por volta das 18:00 ja estava querendo dormir.

Temos levado comida pronta e congelada (feijão cozido, frango cozido, arroz pronto e etc). Só  esquentar e comer.
Tem sido muito prático e rápido. Sem falar que economiza no liquinho.
A viagem foi muito tranquila.
A volta foi mais demorada porque havia obra na estrada.
O transito foi ininterrompido por duas vezes.
Cada parada demorou uns 10 minutos.
Quem ja viajou com criança pequena consegue imaginar como é uma viagem de mais de duas horas com os pequenos.
Lembrei do filme do Shrek, "Já chegou?, Já chegou?, Já chegou?...".